segunda-feira, março 19, 2007

A demagogia do PSD


Depois de mais uma semana infeliz, e plena de inoportunidade, o líder do PSD criticava, na quinta-feira passada, em Bruxelas, o encerramento da embaixada de Portugal em Bagdad, considerando essa decisão «um erro». Vá se lá saber quais os estranhos desígnios do grande líder laranja no sacrificado Iraque!...

Não contente com o ridículo da proposta feita, o grande líder, no dia seguinte, exigia também uma rápida diminuição nos impostos: IVA e o IRC, dizendo que a descida proposta era muito importante para a economia, mas também para a competitividade.

Só que nesta proposta foi contrariado por Manuela Ferreira Leite, a autoridade do partido na área das Finanças. A antiga ministra do “caroço” voltaria a reiterar a irresponsabilidade da proposta, na reunião do Conselho Nacional, onde considerou uma eventual descida de impostos como um erro.

Perante tal desaforo, o pequeno líder não se conteve. Puxando pelos galões subiu ao palanque e gritou para quem ainda o consegue ouvir: “Sou eu que dirijo o partido. Há uma linha de orientação que vai continuar a ser seguida.” Assim é que é! Já ia sendo tempo dos militantes saberem que é que manda no partido!...

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home