domingo, março 11, 2007

A reforma da Educação e a receptividade docente


Este Ministério da (pouca) Educação conseguiu uma coisa verdadeiramente notável!... Ao fim de 30 anos de democracia conseguiu colocar todos os professores, bem como as suas mais variadas estruturas sindicais do mesmo lado da barricada, lutando contra as políticas tresloucadas de má-educação.

A equipa do M.E. com esta sua atitude autista, prepotente e, até inconstitucional, enferma de uma doença fatal para o sistema educativo em Portugal. Não será nunca possível implementar qualquer reforma de ensino, em qualquer parte do mundo, à revelia dos principais protagonistas da mudança ou seja, da classe docente.

Nunca haverá combate eficaz ao insucesso e abandono escolar com medidas que apenas visem economizar recursos através de tabelas salariais dos professores portugueses. Estas medidas apenas irão penalizar as vítimas do costume. A prepotência não mudará, verdadeiramente, coisa nenhuma, a não ser o ambiente nas salas de professores e não será, seguramente, no sentido da colaboração.

A política educativa da Ministra reforça o seu carácter persecutório. Pelas suas próprias palavras esta senhora, “perdeu os professores no processo mas ganhou a população”. Será que ganhou mesmo a população? Qual? A população analfabeta?

Mal vai o país que trata tão mal os seus profissionais da educação. Com dirigentes assim, a Educação só pode estar no mau caminho…

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home