quinta-feira, janeiro 11, 2007

Outra vez a zézinha em alta!…


A mandatária da Plataforma contra a despenalização do aborto "Não, obrigada", Maria José Nogueira Pinto, manifestou a sua oposição ao financiamento público da interrupção voluntária da gravidez (IVG) em clínicas privadas caso o "sim" vença no referendo.

A mandatária e vereadora do CDS-PP na Câmara Municipal de Lisboa defende que, se a IVG for despenalizada, "haverá um desvio de financiamento do Serviço Nacional de Saúde para o aborto", o que considerou "injusto. "Contribuir com os meus impostos para financiar clínicas de aborto?" é a pergunta que se lê em letras rosa num fundo negro nos criativos e coerentes "outdoors".

Mas afinal a interrupção da gravidez é uma questão de ética ou uma questão meramente economicista?

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home