terça-feira, novembro 28, 2006

Assim vai a oposição…

Queixinhas versus birrinhas

Santana Lopes dizia hoje, na sua crónica semanal na rádio “TSF”, estar preocupado com as alegadas pressões que terão sido exercidas por Marques Mendes junto do presidente da Câmara de Lisboa, e que terão levado à queda da coligação PSD/CDS-PP. Santana Lopes considerou inconcebível a possibilidade de a coligação que governava a Câmara Municipal de Lisboa ter caído por causa de uma intervenção do líder do PSD, Marques Mendes. Topas?

Conclusão triste: o PSD, afinal o maior partido da oposição, tem andado com grandes preocupações acerca da governação PS, com as estafadas palavras de Marques Mendes de "cosmética e propaganda" e afinal dentro da sua própria casa andam com imensos problemas.

Se não conseguem governar uma casa como queriam governar um País?

Consequências: o tio Carmona despediu a tia Zézinha. Por isso, tias de toda a cidade, uni-vos porque a hora é difícil, afinal nem tinham sido eleitas e o tio Carmona queixava-se que já mandavam mais que ele…

E agora? O que será dos boys do CDS que proliferavam na Câmara e nas empresas municipais? Que será daqueles que nunca souberam fazer nada que não seguir a sua tia pelos caminhos dos jobs que ela lhes arranja na câmara e arredores? E os familiares, que será deles? Como vão eles sobreviver?

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home