quarta-feira, fevereiro 17, 2010

Um Martelo de orelhas, mentiroso e linguarudo

“Marcelo é o autor da mais célebre mentira política denunciada por Paulo Portas, a da vichyssoise num jantar em Belém que nunca existiu. Deu o dito por não dito: só seria candidato a líder do PSD "se Cristo descesse à Terra". Mas foi candidato (e derrotado), Cristo não desceu dos céus e ele ainda continua a afirmar-se cristão. A sua prédica dominical está sempre envenenada pela intriga e por meias-verdades. Está sentado numa cadeira da estação pública, mas só fala em termos partidários, não olhando a meios. Insulta. É desbocado. Voltou a sê-lo no domingo. O seu problema maior é já não ter crédito mesmo dentro do PSD. O dr. Proença de Carvalho pôs o dedo na ferida: o comentarista desgastou-se. Ele sabe-o e no domingo ensaiou uma fuga: foi grosseiro e indigno no insulto ao primeiro-ministro. Provocou para ver se ainda é arvorado em "mártir". Espero que se perceba a manobra deste político falhado, deste chico-esperto armado em comentarista-professor."

Retirado, com a devida vénia, do Blog CC.


0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home