quarta-feira, outubro 10, 2007

...Foi a reentrèe onde todos perdemos qualquer coisa

Portugal precisava sim era de uma oposição sólida e consistente que se apresentasse como uma verdadeira alternativa!

Seguramente que não pode continuar a ser esta a oposição feita pelo PSD. Se não vejamos o passado deste partido, enquanto Governo, fala por si:

- combateu a corrupção? Não!

- melhorou o ensino? Não!

- combateu os privilégios dos vários lobbies? Não!

- diminuiu o deficit? Não!

Foi uma campanha sem projecto alternativo que pudesse, um dia, ser um projecto para Portugal!...

Ambos os candidatos à presidência do laranjal se apresentaram com ar inocente de salvadores da pátria, como se pertencessem a um partido sem qualquer responsabilidade na actual situação político/económica do país real. Como, de resto, acontece com o nosso P.R. Parece que já ninguém se lembra.

Já não há pachorra para esta telenovela terceiro-mundista. Para a própria Democracia Portuguesa era fundamental acabar com o lamentável espectáculo que o laranjal está ainda a oferecer aos portugueses, o partido, em vez de progredir em direcção às directas para uma presidência, cujos candidatos demonstraram não possuírem qualquer grau de competência e credibilidade, teria sido preferível suspender temporariamente todo este inacreditável processo e a direcção do partido fosse entregue a uma comissão administrativa. Digo eu!...

Mesmo assim vamos dar o benefício da dúvida. Agora o rapazola de Gaia vai ter que “descalçar a bota”. A chorar é que, seguramente, nada resolverá!

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home