segunda-feira, fevereiro 01, 2010


O Liberalismo selvagem ataca de novo


A crise financeira profunda e os problemas económicos tomaram proporções impensáveis ainda há poucos anos.
A especulação, a ganância e o lucro desenfreado, sem pudor e a qualquer preço, criaram graves problemas para a economia real, baseada no trabalho e na produtividade, (criação de riqueza) ou seja nas empresas e nas famílias, elas sim, as primeiras vitimas inocentes de uma economia especulativo/financeira que se propagou como um vírus mortal nas economias ocidentais em consequência de lamentáveis erros de avaliação de risco, mas também despudor, em parte cometido pelas agências de rating e que, se não fosse a almofada Estado, a injectar dinheiro todos nós, estaríamos bem pior ainda!... Afinal a protecção do velho Estado ainda é fundamental para as famílias e para as empresas.
A nossa economia não pode ficar refém destas agências de rating e elas já aí andam novamente a emitir palpites e bitaites. Passado este furacão económico, que tudo devastou à sua frente, eis senão que as ditas empresas de rating aí estão de novo a fazer a sua avaliação, sempre no sentido de obter dividendos e fazer negócio com o endividamento dos outros.
Por outro lado, curiosamente, verifica-se, cá dentro, novamente o ataque daqueles que há um ano clamavam pela intervenção do Estado, na nossa economia, sejam agora aqueles que querem que o Estado se afaste, da regulação, para exercerem à vontade a selvajaria o seu liberalismo.


0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home