domingo, abril 18, 2010



Finalmente caiu a máscara

O jornal expresso fecha com chave de ouro: ilibado. Não foi acusado, não foi suspeito (excepto para a maior parte dos órgãos de comunicação social) pasme-se, afinal o homem foi ilibado! Grandes interesses se movem por detrás de tudo isto, interesses de quem, directa ou indirectamente, está sedento de poder.
Afinal onde se escondem agora esses cobardolas que sempre estiveram ao comando das campanhas sujas contra o 1º Ministro e o acusavam sem provas e que levantavam premeditadamente os falsos testemunhos e as falsas acusações?
Não era José Sócrates apresentado todas as sextas por Manuela Moura Guedes como "O Principal Suspeito"?
Todos nos recordamos quando Marinho Pinto se insurgiu contra esta pouca vergonha, combinada por forças políticas ligadas ao PPD e ao CDS em conluio com investigadores da PJ, ministério público e alguns jornalistas...
Mas nunca me esquecerei daquela tareia monumental que Marinho Pinto deu, em directo, na TVI, à sra Moura Guedes, armada em jornalista de investigação.
Afinal estava mesmo a pedi-las...
Senhores do ministério público e senhores investigadores, vamos é concentrar-nos nos casos verdadeiramente importante com são a aquisição dos submarinos, o caso BPN ou até o caso BPP que envolvem muitos milhões e prender toda essa gente envolvida que continua por aí impune...


1 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Caro editor
Não acha que há coincidências a mais com o governante Sócrates?
E o caso da licenciatura?
Quem faz uma, não faz só uma.
É mais difícil uma pessoa arranjar provas de que uma pessoa é impoluta, porque não se pode acompanhar a vida particular de uma pessoa, do que arranjar provas de que se ela tem uma vida paralela.
Não se ponha ao lado de nenhum governante, pois é dos governantes, ex-governantes e camarários que vem toda a corrupção deste país.
Desaparecem documentos, mandam-se queimar provas…é uma grande rede de amigos. Não admira que as pessoas saiam ilibadas por falta de provas de acusação.

abril 22, 2010 6:49 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home