quinta-feira, outubro 08, 2009

Clique na imagem para ver algumas das amplas liberdades madeirenses


O nojo mais repugnante

Os vermes que atentam contra a nossa Liberdade

Naquele tempo de campanha eleitoral legislativa, andava a velha bruxa, da oposição, (oxalá por muitos anos), acompanhada pelos seus gnomos, e o seu gurú, a abanar o esqueleto e a gritar aos quatro ventos contra a asfixia democrática que se vivia em cá no Continente e a exaltar, abanando a vassoura, perante as amplas liberdades promovidas pelo Bokassa laranja, lá no Arquipélago da Madeira…
Uma Liberdade tal que o boçal grunho, imagine-se, chegava ao ponto de mandar nas forças de segurança!... Pois à ordem do cacique, a PSP, ataca ou defende, conforme os interesses do incontestável chefe tribal!
Esta atitude, não difere muito do velho aforismo salazarista: manda quem pode; obedece quem deve…
No fundo o chefe da tribo era o Deus naquela terra de pequenos bananas.
Já com os jornalistas, que publicam o que lhe desagrada, é mais meigo. Não lhes manda bater, basta chamá-los bastardos (para não lhes chamar filhos da puta, esclarecendo para que não haja dúvidas - que é o mesmo que chamar-lhes filhos da puta).
Depois de tudo o que passou lá na ilha, somado a tudo o que, agora, se está a passar, será que ainda não é desta que o tão solícito opinador, o esfíngico Aníbal, nada tem a dizer sobre tudo isto?

Apostilha: será que o homem do leme irá falar deste atentado contra a Democracia ,depois das eleições, como já nos habituou? De qualquer forma o seu silêncio seria um escândalo tendo em conta as suas intervenções anteriores relativas a factos que, em minha opinião, menos o justificavam.



0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home