quarta-feira, junho 04, 2008


Boas notícias para a nossa economia

Em Setembro de 2005, a União Europeia deu três anos a Portugal, até 2008, para corrigir a situação de défice excessivo. Portugal acabou por alcançar esse objectivo um ano antes do prazo estabelecido por Bruxelas.
Nos últimos anos, Portugal colocou as contas em dia, passando de 6,2 por cento do PIB em 2005, para 3,9 em 2006 e 2,6 em 2007 o que é de aplaudir...
Em consequência destes bons resultados, os vinte e sete ministros das Finanças da União Europeia encerraram o processo por défice excessivo português.
Na decisão os ministros sublinham que Lisboa reduziu o equilíbrio orçamental para um valor abaixo do limite dos 3 por cento do PIB (Produto Interno Bruto), referindo que: “Portugal fez nos últimos anos importantes esforços de consolidação orçamental. Jean Claude Juncker referia que só podia aplaudir a coragem e determinação com que o Governo português efectuou o trabalho”.
O objectivo da consolidação orçamental aponta para uma situação próxima do equilíbrio em 2010, de acordo com as metas do Pacto de Estabilidade Convergência na região do euro.
Apesar do rigor orçamental e do esforço que foi pedido aos portugueses é de aplaudir a capcidade e a coragem do governo e, sobretudo, do ministro das finanças. Estamos de parabéns. Agora que venha a retoma!...

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home