quinta-feira, abril 26, 2007


Modesta homenagem a um HOMEM MUITO GRANDE de quem somos eternamente gratos...

Salgueiro Maia, reconhecidamente, o Homem-chave, fundamental revolução dos cravos, nasceu em Castelo de Vide em 1944. Em 1964 ingressa na Academia Militar, sendo promovido a capitão em 1970. Em 25 de Abril avança sobre Lisboa obrigando à rendição Marcelo Caetano. Faleceu prematuramente em 1992.

"Há diversas modalidades de Estado: o estado socialista, o estado corporativo e o estado a que isto chegou! Ora, nesta noite solene, vamos acabar com o estado a que chegamos. De maneira que quem quiser, vem comigo para Lisboa e acabamos com isto. Quem é voluntário sai e forma. Quem não quiser vir não é obrigado e fica aqui."

Palavras de Salgueiro Maia aos Militares, na madrugada de 25 de Abril de 74, na parada da Escola Prática de Cavalaria em Santarém

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home