quarta-feira, fevereiro 20, 2008

Gente falhada em todo o seu esplendor…

Mesmo sem poder, (a que ansiosamente - e a todo o preço - pretendem chegar) não passam de pequenos tiranetes, autênticos seres pusilânimes e despeitados perante todos aqueles que incansavelmente, no dia-a-dia, contribuem para um mundo melhor…

Sem honra nem glória, e o mais que importa, sem um projecto de vida, criticam incessantemente os detentores de uma vida com projecto.

Fracos comentadores, tão tristes como despeitados, inverosímeis cagarolas, exemplos nefastos, pelo seu histórico, que tudo devem àqueles que ao longo dos tempos cerraram os olhos às suas nefastas aposturas e cujas vítimas sempre foram os seus alunos.

Estes biltres de pacotilha que se comprazem na masturbação inglória dos seus murchos intelectos, umas vezes dizendo mal, criticando sem nexo e atacando quem marca posição em defesa do colectivo, outras colando-se ao que mais lhes convém, na ânsia de que, um dia, lhes toque alguma coisa.

Uma autêntica lástima muito próxima da chaga social, incurável e repugnante, como os vermes. Tais funestas criaturas são o real exemplo da nulidade em toda a sua decrepitude. Que falta lhes faz um espelhito lá em casa!..

Não será isto o verdadeiro exemplo de gente falhada em todo o seu esplendor? O verdadeiro problema continua seguramente na cura desses falhados, dado que ainda não inventaram medicamento eficaz que acautele a incontinência do vómito expelido.

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home