quarta-feira, fevereiro 25, 2009

Uma autoridade caceteira sem qualquer autoridade artística

(Este atitude não revela um acto de censura da polícia, mas antes, puro analfabetismo)

A polícia de Braga apreendeu na última segunda-feira todos os exemplares disponíveis do livro "Pornocracia", de Catherine Breillat, de uma feira de livro na capital minhota, alegando que a capa da obra é "pornográfica". O livro foi editado em 2003 pela editora Teorema e a capa exibe uma reprodução da pintura "A origem do mundo", de Gustave Courbet, pintada em 1866, que está exposta no museu d'Orsay, em Paris, e é uma das mais vistas pelo público.

De acordo com as declarações de responsável da PSP, a apreensão deveu-se a "inúmeras queixas de visitantes" que estariam "preocupados porque o livro estava visível para as crianças".

Parece que a escola da PSP deve introduzir uma cadeira de arte para que os seus futuros oficiais consigam distinguir arte de pornografia, bem como fotografia de pintura.

«A Polícia de Segurança Pública (PSP) vai devolver os livros apreendidos em Braga, na Feira do Livro em Saldo e Últimas Edições, em virtude de a capa reproduzir uma fotografia de uma obra de arte, informou hoje a Direcção Nacional.

"Tendo-se verificado que o livro reproduz uma obra de arte e não havendo fundamento para a respectiva apreensão, foi determinado o envio de uma comunicação ao Ministério Público, para considerar sem efeito o respectivo auto", explica a polícia. »

Santa ignorância, digo eu!...



0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home